03.06.22       Morning Portuguese  Murli        Om Shanti      BapDada        Madhuban


Essência:
Doces filhos, esta peça é sobre o cemitério (kabristhan) e a terra dos anjos (Paristhan). Neste momento, ela é o cemitério e, mais tarde, ela se tornará Paristhan. Não deixem seu coração se apegar a este cemitério.

Pergunta:
Ao conhecerem que coisa, todas as dúvidas dos seres humanos serão removidas?

Resposta:
Se eles ficarem sabendo quem é o Pai e como Ele vem, todas as dúvidas que eles possam ter serão removidas. Até que conheçam o Pai, as dúvidas não podem terminar. Com um intelecto com fé, vocês se tornam parte do rosário de vitória, mas vocês têm de haver fé completa em tudo, em um segundo.

Música:
Deixe Seu trono do céu e desça a Terra!

Om shanti.
O Pai senta-Se aqui e explica a vocês, filhos. Este é o Pai espiritual ilimitado. Todas as almas definitivamente mudam de forma: elas vêm do mundo incorpóreo para as formas corpóreas para desempenhar seus papéis no campo de ação. Os filhos dizem: Baba, mude de forma, assim como nós fazemos. Certamente, Ele adotaria uma forma física para dar conhecimento; Ele tomaria uma forma humana. Vocês, filhos, também entendem que eram incorpóreos e, então, tornam-se corpóreos; isto é exatamente o que acontece. Aquele é o mundo incorpóreo. O Pai senta-Se aqui e explica. Ele diz: Vocês não conhecem a história de seus 84 nascimentos. Eu entro neste e explico a ele. Ele não sabia disso. Krishna foi o príncipe da idade de ouro, mas Este tem de entrar no mundo impuro e em um corpo impuro. Krishna era bonito, mas ninguém sabe como ele ficou feio. Eles dizem que uma cobra o mordeu; na realidade é uma questão dos cinco vícios. Ao sentarem-se na pira da luxúria, vocês tornaram-se feios. Krishna é chamado de shyam sundar (aquele que é feio e bonito). Eu não tenho um corpo para que Me tornasse feio e, então, bonito; Eu sou sempre puro. Eu venho na confluência de cada ciclo, quando é o fim da idade de ferro e o início da idade de ouro. Eu tenho de vir para estabelecer o paraíso. A idade de ouro é a terra de felicidade e a idade de ferro é a terra de tristeza. Neste momento, todos os seres humanos estão impuros. Vocês não chamariam o Governo de Lakshmi e Narayan, o imperador e imperatriz da idade de ouro, de corrupto. Aqui, todos estão impuros. Quando Bharat era o paraíso, ela era o reino das divindades. Naquela época, só havia uma religião e todos eram completamente puros e elevados. Aqui, os corruptos adoram os elevados. Os sannyasis tornam-se puros, e os impuros curvam a cabeça diante deles. Os donos de casa não seguem os sannyasis; eles apenas dizem: Eu sou um seguidor de tal sannyasi. Contudo, é somente quando aquelas pessoas realmente seguem que elas podem ser chamadas de seguidores. Se vocês também se tornassem um sannyasi, vocês então poderiam ser chamados de um seguidor. Os donos de casa tornam-se “seguidores” deles, mas eles não permanecem puros. Nem os sannyasis explicam a eles, nem os donos de casa entendem que não estão seguindo os sannyasis. Aqui, vocês têm de seguir a mãe e pai completamente. É dito: Sigam a Mãe e Pai. Desconectem o yoga do intelecto de todos os seres corpóreos e conectem-no somente Comigo, o seu Pai, e vocês chegarão a Mim e, então, irão à idade de ouro. Vocês são polivalentes; vocês têm 84 nascimentos. Vocês entendem que desempenham um papel polivalente desde o início até o fim e desde o fim até o início. Aqueles de outras religiões não desempenham um papel desde o início até o fim. A religião original e eterna é apenas das divindades. Inicialmente, existe a dinastia do sol. Agora vocês entendem que dão a volta no ciclo de 84 nascimentos, mas aqueles que vêm mais tarde não podem ter um papel polivalente. Esses assuntos têm de ser entendidos. Ninguém, além do Pai, pode explicar isto. Primeiramente, existe o deitismo. Por meio ciclo existem os reinos da dinastia do sol e lua. A idade da confluência agora é minúscula. Ela é chamada de “sangam” (a confluência) e também de “Kumbh” (o encontro). Todos se lembram d´Ele: Ó Pai supremo, Alma suprema, venha e nos torne puros a partir de impuros. As pessoas vagueiam muito para ter um encontro com o Pai. Eles continuam a fazer fogos sacrificiais, tapasya, doações e atos de caridade, etc., mas não há benefício em nada daquilo. Vocês agora ficaram livres de vagar. Aqueles são rituais devocionais e estes são rituais de conhecimento. O caminho de devoção continua por meio ciclo. Este é o caminho de conhecimento, e a vocês é dito para terem desinteresse no mundo velho. Portanto, o seu desinteresse é ilimitado, pois vocês sabem que o mundo todo vai virar um cemitério. Neste momento, ele é um cemitério e, mais tarde, ele se tornará a terra de anjos. Esta é uma peça sobre kabristhan e Paristhan. O Pai estabelece a terra de anjos, da qual todos se lembram. Ninguém se lembra de Ravan. Ao entenderem o primeiro aspecto principal, todas as dúvidas terminam. Até que primeiramente reconheçam o Pai, eles permanecerão aqueles cujos intelectos têm duvida. Aqueles cujos intelectos têm duvida são conduzidos à destruição. Definitivamente, Ele é o Pai de nós, almas. Ele dá a herança ilimitada. É somente ao terem fé que vocês podem ser alinhavados no rosário da vitória. É necessário haver fé em cada palavra em um segundo. Já que vocês dizem “Baba”, vocês deveriam ter fé completa. O Incorpóreo é chamado de Pai. Na realidade, Gandhi também era chamado de “Bapuji” (pai), mas aqui, é necessário o Bapuji do mundo. Ele é Deus Pai do Mundo. Deus Pai do Mundo, deve ser muito grandioso; vocês recebem d´Ele o reino do mundo. O reino de Vishnu é estabelecido por meio de Brahma. Vocês também entendem que éramos os senhores do mundo. Éramos divindades, então, nós nos tornamos aqueles que pertenciam à dinastia da lua, à dinastia dos mercadores e, por fim, à dinastia shudra. Somente vocês, filhos, entendem todos esses aspectos. O Pai diz: Haverá muitos obstáculos neste Meu fogo sacrificial de conhecimento. Este é o fogo sacrificial do conhecimento de Rudra. O fogo da destruição é aceso com este fogo sacrificial. O mundo velho inteiro será destruído nisto e uma única religião das divindades será estabelecida. O Pai está explicando a vocês e lhes contando a verdade. Ele está lhes contando a verdadeira história de se tornar Narayan a partir de um humano comum. Somente agora vocês ouvem esta história; ela não continuou desde o início dos tempos. O Pai diz: Vocês completaram 84 nascimentos. Então, haverá seu reino no mundo novo. Este é o conhecimento do raja yoga. Somente o único Pai supremo, a Alma suprema, tem o conhecimento do raja yoga fácil. Também é chamado de raja yoga da antiga Bharat. A idade de ferro definitivamente foi transformada em idade de ouro. A destruição também começou; aquilo foi uma questão de mísseis. Não há batalhas nas idades de ouro e prata; elas começam mais tarde. A última guerra será com mísseis. Anteriormente, eles brigavam com espadas, depois começaram a usar espingardas, mais tarde canhões foram inventados e agora existem as bombas. De que outro modo o mundo todo seria destruído? Junto com isso, também existem calamidades naturais. Chuvas torrenciais e fome etc. Todas são calamidades naturais. Por exemplo, terremotos são chamados de calamidades naturais. O que alguém pode fazer a respeito disso? Agora, embora alguns tenham seguro, quem poderia pagar a quem? Todos morrerão; ninguém receberá nada. Agora vocês têm de assegurar tudo com o Pai. Eles se asseguram no caminho de devoção, mas somente recebem um retorno daquilo por um curto período. Aqui, vocês asseguram diretamente. Alguém que assegura tudo recebe uma soberania. Baba dá o próprio exemplo: ele doou tudo; ele assegurou tudo completamente com o Pai e, desta forma, recebe a soberania completa. No entanto, o restante do mundo será destruído. Esta é a terra da morte. A riqueza de alguns permanecerá enterrada na lama, enquanto os governos levarão embora a de outros. Quando há um fogo em alguma parte ou se acontece algum desastre, os saqueadores vão lá e roubam muitas coisas. Agora é o momento final. É por isto que vocês têm de se lembrar do Pai e dar ajuda. Neste momento, todos estão impuros, então, ninguém pode estabelecer um mundo puro. Esta é a tarefa do Pai. Eles chamam pelo Pai: Venha do mundo incorpóreo, venha e adote uma forma! O Pai diz: Eu vim para o corpóreo e adotei uma forma, mas Eu não fico constantemente neste; não se pode ficar dirigindo algo o tempo todo! Eles mostram alguém sentado sobre um touro. Eles também mostraram a carruagem de sorte de um ser humano. Agora, o que está certo, isto ou aquilo? Eles mostram um estábulo e também uma gaumukh (a boca da vaca). Eles mostram alguém montado em um touro e o conhecimento sendo dado por meio da boca da vaca. Isto representa o néctar de conhecimento emergindo e isto também tem um significado. Existe inclusive o Templo Gaumukh. Muitos vão ver aquele templo. Eles acreditam que o néctar pingue da boca da vaca e que eles deveriam ir e beber aquilo. Há setecentos degraus para se chegar lá. Na realidade, este é a maior Gaumukh. Eles também se empenham muito para ir a Amarnath, mesmo que não haja nada lá. Tudo aquilo é fraude. Eles mostraram Shankar relatando uma história a Parvati, mas Parvati não era tão degradada que ele tivesse de se sentar e relatar histórias religiosas a ela. As pessoas também gastam tanto dinheiro construindo templos, etc. O Pai diz: Ao gastarem tanto do seu dinheiro, vocês desperdiçaram tudo. Vocês já foram tão solventes e agora vocês tornaram-se insolventes. No entanto, Eu venho para torná-los solventes outra vez. Vocês, filhos, entendem que vieram ao Pai para receber a sua herança. O Pai agora está dando esta herança a vocês, filhos. Bharat é o local de nascimento do Pai supremo da Alma suprema e, então, este é o maior de todos os locais de peregrinação. O Pai vem e purifica todos os impuros. Se o nome do Pai estivesse no Gita, todos viriam aqui e ofereceriam flores. Ninguém, exceto o Pai, pode conceder salvação. Bharat é o maior local de peregrinação, mas ninguém sabe disso. De outro modo, assim como o louvor do Pai é sem limites, também há o louvor de Bharat. É Bharat que se torna o paraíso e inferno. O louvor sem limites é do paraíso, enquanto existe difamação sem limites do inferno. Vocês, filhos, agora estão se tornando senhores da terra da verdade; vocês vieram aqui para reivindicar sua herança ilimitada de Baba. O Pai diz: Manmanabhav! Removam o yoga do intelecto de todos os demais e constantemente lembrem-se apenas de Mim. Vocês se tornarão puros com a lembrança. Vocês têm de reivindicar sua herança por meio do conhecimento. Todos recebem a herança de liberação em vida, mas são apenas aqueles que estudam o raja yoga que também recebem a herança do paraíso. Todos receberão liberação: Ele levará todos de volta ao lar. O Pai diz: Eu sou a Morte de todas as mortes. Também existe o templo para Mahakal (A Grande Morte). O Pai explica: No final, quando a glorificação acontecer, eles entenderão que é verdadeiramente o Pai ilimitado quem conta tudo isto a vocês. Se alguém relatasse uma história agora (em uma congregação espiritual) e dissesse que o Deus do Gita não é Krishna e sim Shiva, todos diriam que aquela pessoa foi influenciada pela Brahma Kumaris. Isso indica que ainda não é a hora deles. Eles entenderão mais tarde; se eles acreditassem em tudo agora, todo o negócio deles se encerraria. Achcha.

Aos filhos mais doces, amados, há muito perdidos e agora encontrados: amor, lembranças e bom dia da Mãe, do Pai, BapDada. O Pai espiritual diz namaste aos filhos espirituais.

Essência para Dharna:
1. Rompam com todas as outras conexões e sigam completamente a mãe e pai. Que seu intelecto tenha desinteresse ilimitado neste mundo velho. Vocês têm de esquecê-lo.

2. Agora é o momento final e tudo vai ser destruído. Portanto, antes de tudo terminar, assegurem o que vocês têm e reivindiquem seu direito à soberania completa do futuro.

Bênção:
Que vocês tenham fortuna elevada e constantemente comam e sirvam outros com o alimento de felicidade da vida brahmin.

“Nós somos os filhos e os másters do Senhor do Mundo”. Constantemente tenham este júbilo e felicidade Divinos. “Wah minha fortuna elevada! Este é o meu destino”. Constantemente continuem a balançar neste balanço de felicidade. “Sou constantemente afortunado porque estou constantemente comendo e servindo aos outros o alimento de felicidade”. Vocês fazem a grande doação de felicidade aos outros e os tornam afortunados. Felicidade é a sua vida. Permanecer feliz é viver. Esta é a bênção elevada da vida brahmin.

Slogan:
Sejam tolerantes em cada situação e vocês continuarão a sentir prazer.

Versões elevadas inestimáveis de Mateshwariji

1. Este conhecimento Divino não emergiu de nosso intelecto, nem de nosso próprio entendimento, nossa imaginação ou nossos pensamentos, mas ouvimos este conhecimento do Criador deste mundo. Juntamente com isso, contamos a vocês o que vivenciamos na prática e o que levamos para nossa própria consciência. Se fosse apenas uma questão de nossa própria consciência, isso só funcionaria conosco, mas ouvimos isso de Deus, sentimos com nossa consciência e estamos assimilando. Tudo o que assimilamos, aquilo definitivamente está em nossa consciência e em nossa experiência, pois só então aquilo é considerado nosso. Nós sabemos disto por meio Daquele. Então, o que é a criação de Deus? Quem é Deus? Não é uma questão de nossos próprios pensamentos. Se fosse, então surgiria em nossas mentes. Este é o meu pensamento, e é por isso que recebi de Deus o ponto principal digno de ser assimilado. A coisa principal é ter yoga, mas antes do yoga, precisamos ter conhecimento. Por que se diz que primeiro é necessário conhecimento antes do yoga? Em primeiro lugar, pense, depois entenda e depois tenha yoga. Sempre se diz que primeiro é necessário haver a compreensão, caso contrário, nossas ações estariam erradas. É por isso que primeiramente o conhecimento é essencial. O conhecimento é um estágio elevado para o qual precisamos de intelecto para entender, porque Deus, o mais elevado nas alturas, está nos ensinando.

2. Este conhecimento Divino por um lado é para romper e, por outro, para conectar. Temos de nos conectar com Deus. Ao termos esse relacionamento puro, subiremos mais alto a escada de conhecimento, porque as almas neste momento estão sob a influência da escravidão de carma. No início, as almas estavam livres de qualquer escravidão de carma. Mais tarde, elas entraram na escravidão de carma e agora, mais uma vez, elas precisam se libertar de suas amarras cármicas. Agora, não deve haver nenhuma escravidão de nosso carma, e deve estar em nossas próprias mãos como agimos, ou seja, devemos controlar nossas próprias ações, pois só assim não estaremos presos a nenhuma escravidão de carma. Isso se chama liberação na vida. Caso contrário, por estar na escravidão de carma e entrar no ciclo, não pode haver liberação na vida para sempre. Agora, todo o poder das almas acabou e as ações estão sendo realizadas sem seu controle. No entanto, as almas têm de agir, e as almas devem receber poder. As almas têm de entrar no estágio em que não tenham nenhuma escravidão de carma. Caso contrário, os seres humanos serão pegos pelo efeito de felicidade e tristeza, porque suas ações os puxarão. As almas desenvolvem poder para se libertar de qualquer escravidão de carma. Este é o resultado. Tudo ficará fácil ao assimilarem essas coisas. Este é o propósito desta aula. Não temos de estudar os Vedas e as escrituras e obter uma graduação, mas temos de usar esse conhecimento Divino para criar nossas vidas. Para isso, precisamos absorver poder de Deus. Achcha.