06.04.21       Morning Portuguese  Murli        Om Shanti      BapDada        Madhuban


Essência:
Doces filhos, agora vocês têm de voltar para casa. Portanto, esqueçam-se da consciência de seu corpo, considerem-se uma alma sem corpo e rompam todo apego que vocês têm a qualquer um.

Pergunta:
Qual é a sabedoria que vocês, filhos, aprendem com o Pai na idade da confluência?

Resposta:
Apenas agora vocês aprendem a sabedoria de como se tornar satopradhan a partir de tamopradhan e como tornar a sua fortuna elevada. Na extensão em que vocês se mantiverem precisamente conectados em yoga e plenos de conhecimento, de acordo com isto vocês continuarão a sentir que estão progredindo. Os filhos que progridem nunca ficam escondidos. A partir dos atos de cada um o Pai pode entender quais filhos estão tornando suas fortunas elevadas.

Música:
Viver na Sua rua e morrer na Sua rua.

Om shanti.
Todos vocês, filhos, ouviram esta música. Baba usa a palavra “filhos”. Os filhos em todos os centros entendem que Baba está se referindo a nós, brahmins, e os filhos entendem esta música: “Para se tornar uma guirlanda viva em volta do pescoço, vá ao mundo incorpóreo e fique no lar de Baba”. Aquele é o lar de Shiv Baba, onde todos os saligrams residem. Vocês, filhos, a decoração do clã brahmin, os giradores do disco de autorrealização, sabem que aquele mesmo Baba realmente veio. Ele diz: Vocês agora têm de se tornar sem corpo, ou seja, vocês têm de se esquecer da consciência de seu corpo. Este mundo velho vai ser destruído. Este corpo tem de ser deixado, ou seja, todos têm de ser deixados, pois este mundo vai ser destruído. Agora, vocês têm de voltar para casa. Todos vocês, filhos, agora estão felizes, pois vocês tropeçaram muito durante meio ciclo a fim de voltar para casa. Porém, vocês nunca encontraram o caminho para casa. Em vez disto, ao verem o show do caminho de devoção, vocês ficaram presos naquilo. O caminho de devoção é o atoleiro onde vocês ficam presos até o pescoço. Vocês, filhos, agora dizem: Baba, estamos nos esquecendo deste mundo velho e deste corpo velho. Agora, vamos nos tornar sem corpo e voltar para casa com Você. Com o seu intelecto, todos vocês sabem que o Pai supremo, a Alma suprema, veio da região suprema para nos levar de volta casa. Ele simplesmente diz: Tornem-se puros e lembrem-se de Mim! Morram em vida! Vocês sabem que as almas residem lá, naquele lar. A alma é apenas um ponto. Todas as almas irão para o mundo incorpóreo. Haverá tantas almas lá quanto existem seres humanos aqui. Quanto espaço as almas ocupam no grande elemento e quanto espaço os corpos, que são bem maiores, ocupam? De quanto espaço uma alma precisaria? Quão pequeno seria o espaço que nós, almas, ocupamos? É um espaço muito minúsculo. Vocês, filhos, têm a grande fortuna de ouvirem tais coisas do Pai. O Pai explica que vocês vieram sem corpo e adotaram um corpo e desempenharam seu papel. Vocês agora têm de morrer em vida e se esquecer de todos. O Pai vem e os ensina a morrer. Ele diz: Lembrem-se de seu Pai e de seu lar! Empenhem-se muito! Seus pecados serão absolvidos ao ficarem em yoga. Então, a partir de serem tamopradhan, vocês, almas se tornarão satopradhan. É por isto que o Pai aconselha vocês agora e também disse isto no ciclo anterior: Renunciem todas as relações corpóreas, inclusive seu corpo, e lembrem-se constantemente apenas de Mim. Aquele é o Pai de todos. Vocês são os filhos nascidos da boca de Prajapita Brahma. Vocês continuam a receber conhecimento. De qualquer modo, vocês são os filhos de Shiva. Todos têm a fé de serem filhos de Deus. No entanto, devido a terem se esquecido do nome, da forma, do tempo e do lugar de Deus, ninguém sente aquele amor por Deus. Ninguém deve ser culpado; isto está fixo no drama. O Pai explica: Vocês, as almas, são tais pontos minúsculos e o papel de 84 nascimentos está gravado na alma. É tal maravilha como a alma toma um corpo e desempenha seu papel. Vocês agora sabem desta peça ilimitada. Ninguém mais tem este conhecimento. Vocês também eram conscientes do corpo. Agora, quanto cada um de vocês se transforma, depende da fortuna de cada um. Vocês agora têm uma visão da sua fortuna do ciclo anterior. Há tantos seres humanos no mundo. Cada um tem sua própria fortuna. Dependendo de quais ações cada um desempenha, de acordo com isso tal pessoa se torna feliz, infeliz, rica ou pobre. É a alma que se torna assim. O Pai senta-Se aqui e explica como a alma se torna feliz e, então, entra na tristeza. Somente o Pai ensina a vocês a sabedoria de se tornarem satopradhan a partir de tamopradhan, exatamente como Ele fez no ciclo anterior. Seja qual for a sabedoria que algum de vocês tenha conseguido, vocês estão recebendo esse mesmo tanto de sabedoria agora. No fim vocês entenderão a fortuna de cada um. Então, seria dito que esta é a fortuna de cada um a cada ciclo. Aqueles que se mantêm muito bem conectados em yoga e são plenos de conhecimento continuarão a fazer serviço. Vocês progridem de forma constante ao estudar. Alguns filhos progridem rapidamente, enquanto outros são motivo de dor de cabeça para vocês. Dá-se o mesmo aqui; seja qual for o progresso que cada um de vocês faça a cada ciclo, isso não pode ficar escondido. O Pai sabe que a conexão de todos é com Shiv Baba. Este entende tudo a partir dos atos dos filhos. Aquele também vê tudo. Vocês podem esconder algo deste, mas não podem esconder nada de Shiv Baba. Mesmo no caminho de devoção, ninguém pode esconder nada de Deus. Portanto, de que modo algo poderia ser escondido Dele no caminho de conhecimento? O Pai continua a explicar a vocês que o estudo é muito fácil. Ações têm de ser desempenhadas. Vivam no mundo velho com seus amigos e parentes e empenhem-se. Aqueles que vivem em casa e têm tal amor profundo e se empenham podem ir mais rápido do que aqueles que vivem aqui e se empenham. Nas escrituras, há o exemplo de Arjuna e do nativo (Bhil). Embora o nativo vivesse fora, com a prática ele passou a atirar flechas com maior destreza do que Arjuna. Portanto, ao viverem em casa com sua família tornem-se uma flor de lótus. Vocês podem ver exemplos. Ao viverem em casa vocês podem fazer um serviço muito bom. Vocês continuarão a progredir muito mais. Maya não abandona aqueles que vivem aqui; não é que eles se liberem de Maya ao virem para Baba. Não, todos vocês têm de se empenhar por conta própria. Aqueles que vivem em casa com suas famílias podem se empenhar de uma forma até melhor do que aqueles que vivem aqui. Eles podem mostrar uma coragem muito boa. Somente aqueles que vivem em casa e se tornam como uma flor de lótus são chamados de mahavirs. Alguns dizem: “Baba, você renunciou tudo”. Baba diz: Eu não renunciei nada. Eles me deixaram e foram embora. Baba não largou ninguém e veio para cá. Em vez disso, muitos outros filhos vieram para ficar com ele. Baba diz para as kumaris: Faça este serviço de Deus. Este é Baba e Aquele também é Baba. Muitos kumars também vieram, mas eles não conseguiram prosseguir. As kumaris ainda são melhores. Uma kumari é considerada mais grandiosa do que cem brâmanes. Kumari é aquela que eleva 21 gerações e atira as flechas de conhecimento. Mesmo aqueles que vivem em casa com suas famílias são Brahma Kumars e Kumaris. Conforme eles progredirem mais, a escravidão deles também terminará. Serviço tem de ser feito. Os filhos que fazem serviço sentam-se no coração de BapDada. Eles beneficiam milhares de pessoas. A chuva de bênçãos continua sobre aqueles que são tais filhos serviçais. Eles ficam sentados no coração. Aqueles que estão sentados no coração se sentarão em um trono. Baba diz: Continuem a fazer encontros entre si e criem métodos para mostrar este caminho a todos. Quadros também continuam a ser feitos. Todas estas são questões práticas. Vocês agora explicam que o Pai supremo, a Alma suprema, é incorpóreo. Ele também é um ponto, mas Ele é o Pleno de Conhecimento, o Purificador. A alma é apenas um ponto. Uma criança ainda é pequena. Há uma diferença entre um filho e um pai. Hoje em dia, filhos de 15 ou 16 anos se tornam pais. Ainda assim os filhos deles ainda seriam mais novos do que eles. Vejam qual é a maravilha aqui: O Pai é uma alma e os filhos também são almas. Ele é a Alma suprema, o Pleno de Conhecimento. Todos os demais reivindicam um status alto ou baixo de acordo com o quanto estudam. Tudo depende do estudo. Ao desempenharem boas ações, vocês reivindicam um status elevado. Vocês, filhos, agora têm o conhecimento do início, meio e fim do mundo. No paraíso, havia apenas Bharat; não havia outras terras. Portanto, mostrem o seu paraíso em uma pequena Nova Índia. Vocês também não deveriam escrever o nome “Dwaraka”, mas “O reino da dinastia de Lakshmi e Narayan”. O intelecto diz que, primeiro, na idade de ouro, haverá o reino da dinastia das divindades. Haverá os povoados e os pequenos estados deles. Isto também tem de ser revolvido. Juntamente com isto, também conectem o yoga do intelecto a Shiv Baba. Estamos reivindicando o nosso reino ao termos lembrança. A ferrugem tem de ser removida com a lembrança. Todo empenho é necessário para isto; o intelecto de alguns filhos fica vagueando lá fora. Mesmo enquanto sentados aqui, eles não conseguem permanecer na lembrança; o intelecto deles vagueia em outras direções. Dá-se o mesmo no caminho de devoção. Conforme adoram Shri Krishna o intelecto deles vai a outras direções. Aqueles que fazem devoção intensa se empenham muito para receberem uma visão. Eles sentam-se durante tantas horas para se lembrarem apenas de Krishna e de ninguém mais. Muito empenho é necessário para aquilo. O rosário de 8 e 16.108 é criado aqui. Eles até mostram um rosário de centenas de milhares de contas. Contudo, o rosário do caminho de conhecimento é muito valioso, pois é ele que requer empenho espiritual. O rosário do caminho de devoção é barato. Olhem para Krishna e vejam como ele dança de forma tão feliz. Há uma diferença de dia e noite entre conhecimento e devoção. Eles não disseram que a ferrugem é removida ao se lembrarem de Krishna. Aqui, é explicado que, quanto mais vocês se lembrarem do Pai, mais seus pecados serão absolvidos. Com o poder do yoga, vocês, filhos, agora estão se tornando senhores do mundo. Ninguém jamais teria sonhado com isto. Lakshmi e Narayan não batalharam etc. Então, de que modo eles se tornaram senhores do mundo? Só vocês, filhos, entendem isto. O Pai diz: Vocês recebem o reino com o poder do yoga. Contudo, se não estiver na fortuna deles, eles não se empenham; eles não se tornam serviçais. Baba continua a lhes dar diretrizes sobre como preparar exposições. Deveria haver ao menos entre 150 a 200 exposições em um dia. Vão e visitem todas as aldeias. Deveria haver tantas exposições quanto há centros. Ao fazerem uma exposição em cada centro a explicação será fácil. Dia após dia, os centros continuarão a se tornar maiores de forma que vocês possam até guardar os quadros etc. neles. Também há a invenção dos quadros. Façam um quadro do paraíso em Bharat com muitos palácios bonitos etc. Conforme vocês progredirem mais, quadros muito bons continuarão a ser feitos para se explicar aos outros. Aqueles que estão no estágio de aposentadoria podem continuar a fazer serviço conforme viajam. Aqueles cuja fortuna brilhar aparecerão. Alguns filhos desempenham ações impuras e perdem a honra, portanto eles perdem a honra do fogo sacrificial. Vocês recebem um status de acordo com o seu comportamento. Os nomes daqueles que dão felicidade a muitos são lembrados. Vocês ainda não se tornaram plenos de todas as virtudes. Alguns filhos estão servindo muito bem. Ouvindo os nomes de tais filhos, Baba fica muito feliz. Baba fica feliz ao ver os filhos serviçais. Eles continuam a ter um bom empenho para o serviço. Eles até continuam a abrir centros onde milhares serão beneficiados. Muitos então continuarão a surgir por meio deles. Ninguém ainda se tornou perfeito; um erro ou outro continua a ser cometido. Maya não deixa ninguém em paz. Quanto mais serviço vocês fizerem, e mais vocês progredirem, mais vocês subirão no trono do coração. Similarmente, de acordo com isso vocês também receberão um status elevado. Então, esse será seu status a cada ciclo. Ninguém pode esconder nada de Shiv Baba. No fim, todos vocês terão visões de suas próprias ações. O que vocês farão então? Vocês terão de derramar lágrimas muito amargas. É por isso que Baba continua a dizer: Não desempenhem nenhuma de tais ações em relação às quais vocês teriam de sofrer punição e também se arrepender no fim. Não importa o quanto é explicado, se não está na fortuna de alguém, tal pessoa não se empenha. Hoje em dia, as pessoas não conhecem o Pai de jeito nenhum. Eles se lembram de Deus, mas não O conhecem. Eles não O escutam. Vocês agora estão recebendo a herança da soberania da idade de ouro do Pai em um segundo. Todos gostam do nome Shiv Baba. Vocês, filhos, entendem que estão recebendo a sua herança do paraíso do Pai ilimitado. Achcha.

Aos filhos mais doces, amados, há muito perdidos e agora encontrados: amor, lembranças e bom dia da Mãe, do Pai, BapDada. O Pai espiritual diz namaste aos filhos espirituais.

Essência para Dharna:
1. Glorifiquem o nome do Pai e do fogo sacrificial por meio de seu comportamento. Não desempenhem nenhuma de tais ações por meio das quais vocês pudessem fazer o Pai perder Sua honra. Criem a sua própria fortuna ao fazerem serviço.

2. Tornem-se tão benevolentes quanto o Pai e recebam as bênçãos de todos e reivindiquem um número à frente. Vivam em casa com sua família e mantenham-se muito corajosos ao viverem como uma flor de lótus.

Bênção:
Que – ao cooperar – você seja um yogi constante que se torna um yogi fácil.

Cooperar com o Pai na idade da confluência é a maneira de se tornar um yogi fácil. Aqueles cujos pensamentos, palavras e ações estão em cooperação com o Pai e em Sua tarefa de estabelecer o reino são considerados plenos de conhecimento; eles são almas yogis e servidores verdadeiros. Se não com sua mente, então com seu corpo e, se não com seu corpo, então com sua riqueza, e se não com sua riqueza, então coopere de todas as maneiras que puder, pois isso também é yoga. Já que você pertence ao Pai, então é só você e o Pai e não uma terceira pessoa. Dessa forma, você se tornará um yogi constante.

Slogan:
Tolerar, ou seja, morrer na idade da confluência é reivindicar o reino do paraíso.