08.03.19       Morning Portuguese  Murli        Om Shanti      BapDada        Madhuban


Essência:
Doces Filhos, revolvam o oceano de conhecimento e encontrem temas sobre os quais vocês possam dar palestras. O tema das palestras deveria ser o mesmo em todo lugar. Isto se tornará a base da união entre vocês.

Pergunta:
Que empenho vocês, filhos, deveriam continuar tendo de forma que passem com honra?

Resposta:
Vocês deveriam se empenhar para irem além de todas as escravidões cármicas. Quando vocês falarem com alguém, considerem aquela pessoa uma alma, seu irmão; olhem para o irmão. Quando vocês ouvirem o Pai, olhem para o Pai no centro da testa. Ao manterem esta visão de fraternidade por todos, seu amor e relacionamento de fraternidade se tornarão firmes. Isto, de fato, requer empenho, mas é este empenho que os possibilita passar com honra. Aqueles que vão reivindicar um status elevado, definitivamente se empenharão para conseguir isto.

Om shanti.
Filhos mais doces, foi explicado a vocês que esta é a terra da morte e, em contraste, existe a terra da imortalidade. No caminho de devoção, foi mostrado que Shankar contou a Parvati a história da imortalidade. Vocês estão indo para aquela terra da imortalidade. Não é Shankar quem lhes conta esta história. É o Oceano de Conhecimento, o único Pai, quem a conta a vocês. Shankar não é o Oceano de Conhecimento, para lhes contar esta história. Vocês, filhos, têm de explicar como se conquista a morte. É este conhecimento que os torna imortais e eternos e também aumenta o seu tempo de vida. Lá, não há morte. É conquistando os cinco vícios aqui, ou seja, conquistando Ravan, que vocês se tornam os senhores do reino de Rama, ou seja, da terra da imortalidade. O reino de Ravan é a terra da morte e o reino de Rama é a terra da imortalidade. A morte nunca pode chegar para as divindades. Não há nenhum demônio da morte lá. O tema: Como os seres humanos podem vencer a morte, é muito bom. Todos esses aspectos são conhecimento. Bharat era a terra da imortalidade na qual as pessoas tinham um longo tempo de vida. O exemplo da cobra se aplica à idade de ouro; ela abandona a pele e naturalmente ganha outra. Isto é chamado de desinteresse ilimitado. Vocês sabem que o mundo inteiro será destruído e que vocês terão de abandonar o corpo velho. Sua pele velha atual é a última de seus 84 nascimentos. Isto não acontece na terra da imortalidade. Lá, eles sabem que, quando o corpo velho chega a um estado de decadência, eles devem abandoná-lo e receber um novo. Vocês também têm uma visão. Entendimento também é chamado de insight . Sua pele nova está pronta para vocês e vocês têm de abandonar a velha. É assim que acontecerá lá. Aquele mundo é chamado de terra da imortalidade, onde não há morte. Vocês deixarão o corpo no momento certo. O exemplo da tartaruga também se aplica aqui; ela faz seu trabalho e depois fica introvertida. Os exemplos daqui foram copiados por aqueles do caminho de devoção, mas somente em palavras; eles não entendem nada. Vocês agora entendem que todos os festivais que eles continuam celebrando no caminho de devoção, como Raksha Bandham, Dashera, Diwali e Holi, se aplicam a este momento. Essas coisas não existem na idade de ouro. Façam uma lista de todos os temas, por exemplo; como os seres humanos podem vencer a morte e como todas as almas deixam a terra da morte e vão para a terra da imortalidade. Vocês têm de escrever todos esses pontos antes de explicá-los, assim como eles escrevem a história da peça e dizem: Hoje a peça é assim e assim. Vocês também deveriam ter uma lista de pontos: Hoje este tópico será explicado a vocês: Como vocês podem deixar o reino de Ravan e ir para o reino das divindades. A explicação é a mesma, mas quando as pessoas ouvirem os diferentes temas, elas entenderão como podem reivindicar sua herança ilimitada do Pai Ilimitado e experimentar muita felicidade. Foi escrito em um jornal que os sannyasis estão celebrando seu 125º. (centésimo vigésimo quinto) fogo sacrificial e, logo abaixo, havia uma lista de temas para discussão. Aqui, o Pai diz: Somente uma vez Eu crio este fogo sacrificial no qual o mundo inteiro é totalmente sacrificado. Eles criam muitos fogos sacrificiais e fazem muitas procissões longas. Vocês entendem que Rudra Shiv Baba cria apenas este fogo sacrificial aqui e que todo o mundo velho será totalmente sacrificado nele. Com este fogo sacrificial de conhecimento, o mundo novo será estabelecido e vocês se tornarão divindades. O Pai explica tudo isso a vocês. O Pai, o Criador, vem e dá o conhecimento de Si mesmo a vocês, e também o conhecimento do começo, meio e fim da criação. Ele também lhes ensina Raja Yoga. Há divindades puras na idade de ouro. Elas também governam o reino. Isto é chamado de religião original e eterna das divindades. Vocês também podem incluir este tema: Como a religião original e eterna das divindades da idade de ouro está sendo estabelecida. Venham e entendam isso. Como a paz está sendo criada em todo o mundo. Ninguém, exceto o Pai Supremo, a Alma Suprema, pode aconselhar vocês como criar paz no mundo. As pessoas que dão ideias recebem prêmios. Também há este tema: Quem pode dar o prêmio para estabelecer a paz no mundo e como ele pode ser obtido? Revolvam o oceano de conhecimento e façam uma lista dos diferentes temas. Organizem-se de tal modo, que o mesmo tema seja abordado em todos os lugares. Então, conexões serão arrumadas entre todos vocês. Façam uma lista e repassem-na com antecedência para todos. Essas notícias deveriam ser enviadas a Déli, de forma que todos saibam que a mesma palestra será dada em todo lugar. Isto é chamado de união. Em todo o mundo há desunião, mas o louvor do reino de Rama é aquele do leão e da vaca bebendo água juntos, no mesmo lago. Se há uma história assim, atribuída à idade de prata, como deve ter sido na idade de ouro? Há muitas histórias diferentes nas escrituras. Vocês ouvem a única história contada a vocês, pelo Pai. No mundo, eles continuam a criar inúmeras histórias. Nenhuma das escrituras que foram criadas entre o início da idade de cobre e o fim da idade de ferro existe lá. Tudo do caminho de devoção termina. Tudo o que vocês veem aqui é o mal. Portanto, vejam, mas não vejam; ouçam, mas não ouçam. Só mantenham no intelecto as coisas que o Pai explica a vocês. Nós, Brahmins da idade da confluência, somos tão elevados! Nós somos até mais elevados que as divindades. Neste momento, somos filhos de Deus. Nosso número continua a crescer gradualmente. Nem mesmo esses aspectos fáceis se assentam no intelecto de alguém. Vocês são filhos de Deus, então, vocês definitivamente têm de se tornar os senhores do paraíso, porque é o Pai quem estabelece o paraíso. Uma vez que a duração do ciclo tenha sido estabelecida como de centenas de milhares de anos, eles não seriam capazes de se lembrar de nada. O Pai vem e lembra vocês: É uma questão de 5 mil anos. Vocês eram divindades. Ele agora está tornando vocês assim novamente. Ao ouvirem pessoalmente, vocês experimentam muita felicidade e ficam revigorados. É o intelecto dos filhos sábios e sensatos que está consciente de que eles têm de reivindicar do Pai a herança. O Pai cria o mundo novo e nós, definitivamente, temos de estar naquele mundo novo. Todos são filhos do único Pai. A religião de cada um é diferente e o local de residência de cada um também é diferente. Cada um vem e vai de forma diferente. Também está no intelecto de vocês como eles vão e residem na região suprema. Na região suprema existe a árvore genealógica. A árvore genealógica não pode ser vista na região sutil. Quaisquer cenas que sejam vistas na região sutil são apenas visões. Tudo isto está fixo no drama. Quando vocês vão à região sutil, vocês veem tudo como se fosse um filme mudo. No início, os filmes eram mudos. Depois, eles começaram a fazê-los com som. Vocês não podem fazer uma peça apenas com o silêncio. Vocês, filhos, entendem como vocês vivem em silêncio. Assim como existe a árvore genealógica das almas lá, aqui também existe a árvore dos seres humanos. Mantenham todas essas coisas no intelecto e deem palestras sobre isso. Leva tempo aprender todas essas coisas. Mesmo que vocês entendam tudo, onde está a peregrinação da lembrança com a qual vocês podem assimilar tudo e experimentar felicidade? Vocês estão estudando como ter yoga preciso. Filhos, foi explicado que vocês têm de considerar todos irmãos. A testa é o trono da alma. É por isso que A carruagem de sorte é lembrada. Quando vocês explicarem essas coisas para os outros, permaneçam conscientes de que vocês estão explicando para seus irmãos. É necessário haver muito empenho para manter esta perspectiva. Empenhando-se deste modo vocês recebem um status elevado. O Pai também vê vocês desta forma. A visão do Pai também é atraída para o centro da testa. A alma é só um pequenino ponto. É a alma que ouve. Vocês também olham o Pai no centro da testa. O Pai está aqui e o irmão (a alma de Brahma) também está aqui. Ao manterem tais coisas no intelecto, vocês, filhos do Oceano de Conhecimento, também se tornam oceanos de conhecimento. Para vocês, é muito fácil fazer isso. Manter esse estágio é um pouco difícil para aqueles que vivem em casa com a família. Eles vão para casa depois de ouvirem e a atmosfera em casa é diferente. Aqui, é fácil. Baba dá um método muito fácil a vocês: Considerem-se uma alma e lembrem-se do Pai. Considerem os outros seus irmãos. É com esta visão de fraternidade que vocês podem ir além das escravidões cármicas. Vocês serão capazes de se esquecer do corpo e se lembrar apenas do Pai. Se vocês continuarem a se empenhar assim, vocês passarão com honra. Contudo, somente poucos são capazes de manter este estágio e são eles que se tornam os senhores do mundo. Também existe o rosário das oito, portanto, vocês têm de se empenhar. Aqueles que vão reivindicar um status elevado, definitivamente se empenharão, não importa o que aconteça. Não é preciso entrar em outras coisas. O amor e o relacionamento são formados com a visão de fraternidade e essa visão se torna firme. Portanto, o Pai diz: Eu explico muitas coisas profundas a vocês. É preciso empenho para colocá-las em prática. Ao sentarem-se aqui, cada um de vocês deveria se considerar uma alma. É a alma que ouve. Vocês estão olhando para uma alma que está ouvindo. Aquelas pessoas dizem que a alma é imune ao efeito da ação. Será que é o corpo que está ouvindo? Isso está errado. O Pai conta a vocês coisas tão profundas. São vocês, filhos, que têm de se empenhar. Aqueles que se tornaram algo no ciclo anterior, se empenharão novamente. Eles também relatam sua própria experiência: Eu falo e ouço desta maneira e desenvolvi este hábito. É para a alma que se diz Manmanabhav. A cada um de vocês é dito Manmanabhav, ou seja, Lembre-se de Baba. Este empenho é incógnito. Os estudantes se sentam sob uma árvore para estudar, mas isto é uma coisa física. Ao praticarem tudo isso agora, o hábito aumentará dia a dia. Vocês estão ouvindo coisas novas. Tudo o que vocês estão ouvindo agora será ouvido pelos novos que virão. Alguns dizem que vieram tarde. Contudo, vocês de fato ouvem coisas de primeira classe, profundas e sutis e ao se empenharem, vocês reivindicam um status muito elevado. É bom. Maya não deixará vocês até o fim. Sua guerra com Maya continuará até que vocês obtenham vitória. Vocês, então, partirão de repente. Dependendo de quanta lembrança vocês tenham, vocês se tornarão conscientes de que estão indo para o Pai e deixarão o corpo. Baba viu que quando aqueles que têm a meta de imergir no elemento brahm deixam o corpo, um silêncio total se espalha por toda volta. Mas, ninguém pode obter liberação eterna e ninguém ainda pode voltar para casa. Todos os atores são necessários neste drama. Todos têm de estar aqui embaixo no final. Quando não restar sequer uma alma lá em cima, todos terão de voltar para casa. Independentemente de quantos seres humanos haja, todos eles terão de voltar para casa; restarão apenas alguns aqui. Eles dirão: Nós veremos todos partir. Neste momento, a idade de ouro está sendo estabelecida. Existem tantos bilhões de seres humanos, e então nós veremos todos partir e iremos para nosso próprio reino. Os outros talvez vejam quarenta ou cinquenta pessoas partirem, mas quantas almas vocês verão partir? Todas as almas voltarão como uma nuvem de insetos para a terra de paz. Eu vim aqui para levar vocês e todos os outros de volta para casa e Eu os enviarei de volta para baixo. Essas coisas são maravilhosas. Bilhões de seres humanos irão para casa. Vocês verão todos eles partir. Todos voltarão para casa, para a região suprema. Seu intelecto agora tem de trabalhar em todos esses assuntos. A árvore gradualmente começará a crescer de novo. O rosário de Runda se tornará o rosário de Rudra. Está nos intelectos de vocês como o rosário de Rudra (Shiva) torna-se o rosário de Runda (Vishnu). Dentre vocês, no entanto, somente aqueles que têm um intelecto profundo e sutil são capazes de entender todas essas coisas sutis. O Pai explica estas coisas a vocês de diversas maneiras, de forma que vocês possam se lembrar delas. Do rosário de Rudra, vocês entrarão no rosário de Runda e continuarão a descer numericamente. O rosário de Rudra é tão grande! Ninguém mais entende este conhecimento. Desde o início, ninguém mais pode saber este conhecimento. Somente vocês, Brahmins da idade da confluência, podem entender tudo isso. Simplesmente, lembrem-se da idade da confluência e o conhecimento entrará no intelecto. Vocês são faróis que mostram a todos o próprio destino. Vocês se tornam faróis tão bons. Não há nenhum aspecto que não se aplique a vocês. Vocês são cirurgiões, penhoristas e lavadeiras. Todas estas especialidades estão em vocês, portanto, todo este louvor se aplica a vocês, mas numericamente, de acordo com seu empenho. O louvor que vocês recebem é de acordo com a tarefa que desempenham. O Pai lhes dá orientações e vocês têm de pensar sobre elas. É o dever de vocês, filhos, fazer seminários. Baba não os impedirá de fazer nada. Achcha. Que benefício há em explicar tanto? O Pai diz: Manmanabhav! Baba alimenta vocês com uma comida tão nutritiva! Achcha.

Aos filhos mais doces, amados, há muito perdidos e agora encontrados: amor, lembranças e bom dia da Mãe, do Pai, BapDada. O Pai espiritual diz namaste aos filhos espirituais.

Essência para Dharna:
1. Sempre mantenham o enlevo de que nós, Brahmins da idade da confluência, somos até mais elevados que as divindades, porque neste momento, somos filhos de Deus; somos os másters oceanos de conhecimento. É neste momento que assimilamos todas essas especialidades.

2. Mantenham no intelecto apenas as coisas que Baba lhes explica. Ao ouvirem qualquer outra coisa, não ouçam. Ao verem qualquer outra coisa, não vejam. Não ouçam nenhum mal! Não vejam nenhum mal!

Bênção:
Que vocês sejam um imperador despreocupado e se afastem de qualquer sombra de Maya e permaneçam sob o toldo de proteção da lembrança.

Aqueles que constantemente permanecem sob o toldo de proteção da lembrança do Pai, sentem-se constantemente seguros. A maneira de se salvarem da sombra (chaaya) de Maya é ficar sob o toldo de proteção do Pai (chatra-chaaya). Aqueles que ficarem sob o toldo de proteção serão sempre imperadores despreocupados. Existindo alguma preocupação, sua felicidade desaparece. Quando sua felicidade desaparece, vocês ficam fracos e existe a influência da sombra de Maya, porque é fraqueza invoca Maya. Se houver alguma sombra de Maya, mesmo em seus sonhos, ela causará muita angústia, e é por isso que vocês têm de permanecer constantemente sob o toldo de proteção.

Slogan:
Com a chave de fenda do entendimento, apertem o parafuso solto do descuido e permaneçam constantemente alerta.