10.02.19    Avyakt Bapdada     Portuguese Murli     19.04.84     Om Shanti     Madhuban


As qualificações das almas que têm sentimentos amorosos (bhavna)
e que têm conhecimento (gyanis).


Hoje, BapDada estava olhando para todos os filhos para ver quais filhos chegaram ao Pai com seus sentimentos de amor devocional e quais filhos chegaram ao Pai tendo-O reconhecido, para receberem aquisição Dele, ou seja, com a intenção de se tornarem elevados. Os dois tipos de filhos chegaram à casa do Pai. Aqueles com sentimentos amorosos recebem o fruto de seu amor – de acordo com sua capacidade – na forma do fruto de felicidade, paz, conhecimento e amor e ficam felizes apenas com esse tanto. Porém, depois de receberem a apresentação do Pai existe uma diferença nos sentimentos de devoção e nos sentimentos pelo Pai e pela família. Os sentimentos devocionais são sentimentos de fé cega: é o sentimento do encontro indireto, é o sentimento de amor egoísta temporário. O sentimento amoroso que os filhos têm no presente, com base no conhecimento, é muito mais elevado do que o sentimento do caminho de devoção, pois ele não é amor indireto pelas almas divindades, mas é amor direto pelo Pai. Existe reconhecimento, mas há uma diferença entre reconhecimento simplesmente com base em amor devocional e reconhecimento com base em conhecimento. Ter reconhecimento por meio de conhecimento significa ter o método de conhecer o Pai como Ele é e o que Ele é, e conhecer-se como você é e o que você é, ou seja, tornar-se igual ao Pai. Todos vocês O conhecem, mas vocês têm de entender a diferença entre conhecê-Lo com base em sentimentos devocionais e com base no conhecimento. Portanto, hoje BapDada estava vendo os sentimentos amorosos de muitos filhos. Mesmo ao reconhecerem o Pai com seus sentimentos amorosos, de qualquer modo, vocês obtêm o fruto. No entanto, existe uma diferença entre reivindicar um direito à herança plena e simplesmente reivindicar um direito à herança. A fortuna do paraíso e o direito à liberação em vida são recebidos por ambos, aqueles com sentimentos amorosos e aqueles com conhecimento. A única diferença está na aquisição do status. Os dois dizem “Baba” com felicidade e, portanto, definitivamente reivindicam uma herança como fruto de dizerem “Baba” e de entenderem Baba. Todos tornam-se dignos de reivindicarem um direito à liberação em vida, mas existe tanta diferença entre as 8 joias, as 108 joias vitoriosas, as 16 mil e as 900 mil. Existe um rosário de 16 mil e também um de 108. Nas 108 também existem as 8 especiais. Todos tornam-se contas do rosário. Os dois tipos seriam chamados de contas. Mesmo as contas do rosário de 16 mil diriam com felicidade e júbilo: “Meu Baba e meu reino.” A diferença reside em reivindicar um direito ao trono real ou a um status real, um direito à família real ou um direito a estarem em conexão com a família real.

Ambas as almas, sentimentos devocionais e as almas com conhecimento, têm júbilo. As duas relatam coisas muito boas de amor por Deus. Por serem personificações de amor, elas até se esquecem de toda a consciência do mundo. Elas até cantam músicas muito boas de amor: “Meu é um Pai apenas.” No entanto, elas não são personificações de poder. Vocês as verão muito felizes, mas se um pequeno obstáculo de Maya surgir, as almas com sentimentos amorosos muito rapidamente ficarão com medo, pois lhes falta o poder do conhecimento. Em um minuto vocês as verão muito felizes cantando músicas do Pai, e no minuto seguinte, um pequeno ataque de Maya mudará as músicas de felicidade para “O que posso fazer?” “Como posso fazer?” “O que acontecerá?” Elas não são menores na questão de cantar essas músicas de “O que?” “Por quê?” etc. Porém, as almas com conhecimento, devido a constantemente se considerarem almas másters autoridade todo-poderosas com o Pai, são capazes de superar Maya. Elas não cantam músicas de “Por quê? O quê?” As almas com sentimentos amorosos prosseguem simplesmente com o poder do amor. Elas não têm poder de enfrentar Maya. As almas com conhecimento são capazes de experimentar todos os poderes com a meta de se tornarem iguais, e são capazes de enfrentar Maya. Agora, perguntem-se: “Quem sou eu?” “Eu sou uma alma com sentimentos devocionais ou uma alma com conhecimento?” O Pai ainda fica satisfeito vendo as almas com sentimentos amorosos. Pelo menos, elas reivindicaram um direito a dizerem “Meu Baba!” Ao reivindicarem um direito, elas tornaram-se dignas. Independentemente de vocês pegarem a quantia toda ou não, vocês ainda podem encher seus aventais de acordo com seu empenho, na extensão em que quiserem, pois ao terem dito “Meu Baba”, vocês usaram a chave. Não há nenhuma outra chave, pois BapDada é o Oceano. Ele é sem limites, ilimitado. Aqueles que devem pegar ficam cansados de pegar. O Doador nunca fica cansado, pois de que empenho Ele precisa? Ele lhes dá drishti e, assim, lhes dá todos os direitos. Mesmo os que estão recebendo não têm de se empenhar. No entanto, devido ao descuido, vocês perdem tudo aquilo. Então, depois de perderem por causa de suas próprias fraquezas, eles têm de se empenhar para reaver aquilo. Devido ao empenho de perda e ganho, ganho e perda, eles ficam cansados. Ao permanecerem prudentes e espertos, eles se tornam uma personificações de aquisição constante. Por exemplo, na idade de ouro, as criadas sempre permanecem com vocês para servi-los. Do mesmo modo, todos os poderes e virtudes constantemente cumprem com suas responsabilidades, como companheiros para tais almas elevadas, com conhecimento que são iguais ao Pai. Qualquer poder que vocês invoquem, qualquer virtude que vocês invoquem, aquilo se apresenta na frente de vocês como “Ji hazir” (sim, meu Senhor). Aqueles que são tais autossoberanos reivindicam um direito ao reino do mundo. Então, vocês não achariam que isto é trabalho árduo, certo? Vocês se sentem constantemente vitoriosos com cada poder e cada virtude. Assim como quando vocês atuam em um drama – e mostram como Ravan desafia seus companheiros e como as almas Brahmins, as almas que são senhores de si, desafiam seus próprios poderes e virtudes – será que vocês também se tornaram tais senhores de si? Ou será que vocês são incapazes de usar esses poderes na hora de necessidade? Ninguém obedeceria um rei fraco. Esse rei teria de obedecer o povo. Um rei valente faz com que todos trabalhem sob suas ordens e obtém este reino. Portanto, tornar difíceis as coisas fáceis e depois ficar cansado é um sinal de seu descuido. O que vocês diriam de ser chamado de um rei a quem ninguém obedece? Alguns dizem: “Eu entendi que deveria ter o poder de tolerar, mas me lembrei disso tarde demais.” Naquela hora, mesmo que vocês pensem a respeito, vocês não conseguem usá-lo. Isso significa que vocês o chamaram naquela hora, mas que ele só veio no dia seguinte. Então, será que isto é obedecer suas ordens? Dizer “Simplesmente aconteceu”, significa que seus poderes não estão sob suas ordens. O que vocês diriam de um servidor que não serviu na hora certa? Portanto, constantemente sejam um senhor de si e usem todos os poderes e virtudes para si e para todos no serviço. Vocês entendem? Não sejam apenas os que têm sentimentos amorosos, mas tornem-se poderosos. Achcha. Vocês estão felizes em ver uma congregação de uma variedade de almas, não estão? Aqueles de Madubhan veem congregações de tantos tipos. Há uma variedade de grupos. BapDada também fica satisfeito em ver a variedade no jardim de flores. Bem-vindos! Vocês estão vendo o memorial que é lembrado como a procissão de Shiva. Dizendo “Baba, Baba”, todos vocês chegaram aqui. Vocês, pelo menos, chegaram a Madubhan. Vocês agora têm de alcançar seu destino final. Achcha.

Para as almas vitoriosas que sempre reivindicam seus direitos elevados; para as almas poderosas que servem com todos os seus direitos e todos os seus poderes; para as almas legítimas que têm um direito ao trono real: o amor, lembranças e namaste de BapDada.

BapDada Avyakt encontrando-se com diferentes grupos:

R egião do Punjab:

Todos vocês da região do Punjab são mahavirs, não são? Vocês não são os que ficam com meto. Vocês são almas elevadas, com conhecimento que são iguais ao Pai, não são? Vocês não temem nada, certo? O maior medo é o da morte. Todos vocês já morreram. Por que aqueles que já morreram deveriam ter medo da morte? Existe medo da morte quando vocês pensam, “Eu ainda tenho isto. Agora eu deveria fazer isto.” E quando vocês não conseguem fazer aquilo, vocês ficam com medo da morte. Todos vocês completaram sua tarefa e agora estão de prontidão. Vocês estão de prontidão para deixar sua veste velha, não estão? Portanto, vocês não têm medo. Na realidade, vocês são os que tornam poderosas as almas medrosas e vocês são os filhos do Doador de Felicidade e dão felicidade em uma hora de tristeza às almas que estão presas no medo. Por exemplo, quando vocês têm uma luz noturna no escuro, existe luz por toda parte. Do mesmo modo, vocês são as almas elevadas que dão felicidade na hora de tristeza. Então, vocês sempre têm o sentimento elevado de dar felicidade? Vocês constantemente têm de dar felicidade e paz. Vocês são doadores de paz, filhos do Doador de Paz. Então, quem são doadores de paz? Não é apenas o Pai, mas todos vocês também são assim. Portanto, vocês são os doadores de paz que dão paz. Vocês estão desempenhando a tarefa de dar paz. As pessoas perguntam que serviço vocês fazem. Portanto, digam a todas elas que vocês estão especialmente desempenhando a tarefa que é essencial neste momento. Achcha. As pessoas dão roupas, as pessoas dão comida, mas a coisa mais essencial a dar é paz. Então, estamos dando o que é essencial a todos. Portanto, que serviço é mais grandioso do que este? Quando sua mente está pacífica, a riqueza também é útil. Se a mente não está pacífica, então, mesmo o poder da riqueza lhes angustia. Agora espalhem tal onda de paz poderosa que todos sintam que, de todo o país, este é o local de paz. Que eles ouçam dos outros que ao virem aqui, mesmo que seja por alguns momentos, eles podem experimentar muita paz. Que este som se espalhe em toda parte. Espalhem o som de que este local de serviço é o canto (local) para a paz. Que este som se espalhe em toda parte. Não importa quão sem paz possa estar uma alma, por exemplo, quando uma pessoa está doente ela vai ao hospital, do mesmo modo, que eles sintam que, neste momento de falta de paz, eles têm de ir a um local de paz. Espalhem tal onda. Como isto se espalhará? Para isto, convidem uma ou duas almas e deem a elas uma experiência. De um, isso se expandirá para dois e assim por diante... Chamem especialmente aqueles que estão sem paz e deem a eles uma experiência de paz. Seja quem for que entre em contato com vocês, deem a eles a mensagem: “Experimente paz!” Aqueles do Punjab deveriam especialmente fazer este serviço. Agora, vocês têm uma chance de fazer com que o som seja ouvido bem alto. As almas agora estão vagando e elas precisam de um local. Elas não sabem onde é esse local e, assim, elas estão buscando por ele. Elas têm vagado de um local a outro, tendo entendido que aquele não é o local certo. Será que vocês não conseguem facilmente dar um local a tais almas vagantes? Agora façam esse serviço. Mesmo que exista um toque de recolher ou alguma outra coisa, vocês entram em contato com os outros, não é mesmo? Deem uma experiência àqueles que estão em contato com vocês. Então, essas almas espalharão o som. Conduzam um retiro de yoga para eles, mesmo que seja por uma ou duas horas. Se eles experimentarem mesmo que um pouquinho de paz, eles ficarão muito felizes e agradecerão vocês. Quando existe a meta de dar alguma coisa, vocês também encontram um meio de fazê-lo. Portanto, agora, demonstrem isto glorificando o nome deste modo. Vocês podem abrandar a terra do Punjab na extensão em que ela é dura no momento atual.

Vocês sempre sentem que são anjos leves e luminosos? A forma final da idade da confluência é a de um anjo. A aquisição da vida Brahmin é uma vida angélica. Um anjo é alguém que não tem relacionamento com corpos nem relações corpóreas. Será que vocês terminaram com todos os relacionamentos com seu corpo e parentes corpóreos ou ainda existe um pouquinho de relacionamento? Se houver mesmo que fios sutis do mínimo apego, vocês não serão capazes de voar lá para cima, vocês descerão. Portanto, um anjo é alguém que não tem relacionamentos velhos. Já que sua vida é nova, tudo deveria ser novo. Tudo será novo – pensamentos novos, relacionamentos novos, ocupação nova. Nenhuma consciência de sua vida velha pode vir agora, mesmo em sonhos. Se vocês ficarem mesmo que um pouquinho conscientes do corpo, significa que também existe um pouquinho de relacionamento. Se não há relacionamento, o seu intelecto não pode ir para lá. Existem tantas almas no mundo e porque vocês não têm nenhuma conexão com elas, vocês não se lembram delas, certo? Vocês somente se lembram daqueles com quem vocês têm um relacionamento. Então, tornar-se conscientes do corpo significa que existe um relacionamento corpóreo. Se houver o mínimo apego ao corpo, como vocês seriam capazes de voar? Não importa quão alto vocês atirem alguma coisa pesada, aquilo ainda cairia. Então, um anjo significa alguém que é leve, sem uma carga. Morrer vivo significa ficar livre de carga. Se restar mesmo um pouquinho, terminem rapidamente com aquilo. Senão, quando o apito do tempo for soado, todos começarão a voar, mas aqueles com uma carga permanecerão lá embaixo. Aqueles com uma carga se tornarão observadores dos que estão voando.

Portanto, verifiquem para que não restem ainda quaisquer fios sutis. Vocês entendem? Lembrem-se da bênção especial de hoje: Vocês são almas angélicas, livres de escravidão. Nunca se esqueçam da palavra “angélico”. Ao se considerarem anjos, vocês voarão. Se vocês se lembrarem desta bênção do Doador de Bênçãos, vocês sempre permanecerão prósperos.

Vocês sempre se consideram mensageiros que dão a mensagem de paz? A tarefa da vida Brahmin é dar uma mensagem. Vocês nunca se esquecem desta tarefa, certo? Verifiquem todos os dias em que extensão vocês desempenharam a tarefa elevada das almas elevadas. A quantos vocês deram a mensagem? A quantos vocês doaram paz? Vocês são grandes doadores, doadores de bênçãos que dão a mensagem. Quantos títulos vocês têm? No mundo de hoje, mesmo que alguém tenha o maior de todos os títulos, ele é um júnior para vocês. Lá, são as almas que dão títulos, mas aqui, o Pai está dando títulos a vocês, filhos. Então, mantenham todos os seus diferentes títulos em sua consciência e constantemente permaneçam nessa felicidade e nesse serviço. Com a consciência do título, vocês automaticamente se lembrarão do serviço.

Bênção:
Que vocês sejam uma alma que tem todos os direitos e que – com o poder da concentração – transforma qualquer situação fora de seu controle.

Um Brahmin, ou seja, uma alma que tem todos os direitos, não pode ser controlada por ninguém mais. Tal alma não pode ser controlada por sua natureza ou sanskars fracos, porque a natureza - “swa-bhav” - significa ter sentimentos conscientes da alma para si e para os outros. Portanto, vocês não podem ser controlados por uma natureza fraca. A consciência de seus sanskars originais e eternos facilmente transformará seus sanskars fracos. O poder de concentração transformará facilmente uma situação externa e fará com que vocês fiquem sentados no assento, no estágio de um máster.

Slogan:
A raiva é um inimigo muito grande para uma alma que tem conhecimento.